É sempre um grande prazer saber que temos artistas e ilustradores super talentosos no Brasil, e esse é o caso de Pirecco. A primeira vez que tive contato com o trabalho dele foi durante a Cowparade 2010, onde como eu, ele também participou como convidado e pintou sua própria vaca. Depois do evento, enquanto navegada pelos sites de artistas da Cowparade, encontrei o blog de Pirecco e fiquei impressionado com o estilo e a personalidade dele. então achei legal fazer essa entrevista.

1) Antes de começarmos eu gostaria de agradecer em nome da equipe do Abduzeedo a oportunidade de poder entrevista-lo. Primeiramente gostaria de perguntar como começou o seu interesse por Design Gráfico e Artes Plásticas?

Olá pessoal do Abduzeedo! Eu que agradeço o convite e a oportunidade de mostrar o meu trabalho no site de vocês. Muito obrigado! Meu interesse pelo Design Gráfico e Artes Plásticas começou desde muito cedo, mas só fui realmente perceber durante a faculdade. Sempre gostei muito de desenhar e morei muito tempo com minha vó que pintava, mas era puro hobbie, eu desenhava por pura diversão, nunca imaginei que isso poderia um dia se tornar minha profissão. Quando fiz vestibular, fiz para Administração e após dois anos de curso resolvi pedir transferência para o Design, antes disso eu nunca havia feito nenhum curso de desenho, ilustração, pintura...nada! E eu meus desenhos eram muito ruins tecnicamente, mas mesmo assim eu gostava bastante de praticar. O interesse pelas Artes Plásticas aconteceu bem depois, de maneira totalmente "sem querer". Após trabalhar um bom tempo em agências de propaganda e escritórios de design como diretor de arte, o pessoal começou a conhecer o meu trabalho de ilustração, então comecei a fazer diversos projetos como ilustrador e durante esse período eu continuava desenhando e arriscando umas pinturas de forma autoral em diversas superfícies. Acabou que através do meu site eu acho, o meu trabalho autoral acabou se destacando.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



2) Quais são suas influências? Artistas em que você se inspira?

Bah! Essa pergunta é muito complicada de responder hehehehe...em algumas palestras que eu dei, o público perguntou isso. Eu tenho muitas referências e influências. Durante a faculdade os professores me apresentaram as referências clássicas da arte e do design, então eu não tinha muito uma opinião formada, eu simplesmente tentava olhar tudo e aprender um pouco. Também copiei muitas coisas naquela época antes de achar o meu próprio estilo. Acho que naquela época eu gostava muito de David Carson, Stefan Sagmeister, Keith Haring, Andy Worhol, Banksy, Basquiat...etc...era viciado em Toy Art, Street Art, Gary Baseman, John Burgerman, Obey...puts...são muitos. A música, o cinema, também sempre me influênciaram bastante. Atualmente eu não tenho mais referências "certeiras", pois são muitas. A internet mudou tudo e ainda vai mudar muito mais eu acho. Costumo olhar diversos sites de ilustração, design, moda e arte diariamente e é impressionante como a cada dia aparecem diversos novos artistas, designers e ilustradores excelentes. Então tudo acaba sendo referência, influência...inspiração. O importante é saber olhar e saber interpretar do seu jeito, sem ficar só copiando, ir atrás do seu próprio estilo, da sua própria história. Existem atualmente muitos trabalhos parecidos pois os artistas / ilustradores muitas vezes utilizam de referências parecidas, ou possuem histórias de vida parecidas, mas também tem muita gente que só vai na onda do momento, copiando o que está na moda. Utilizo muito como referência e inspiração para o meu trabalho também, acontecimentos do dia-a-dia, coisas que vejo na TV, nas ruas, nos jornais...etc.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



3) Você possui um estilo bem peculiar, ao mesmo tempo que parece misturar elementos de várias áreas também parece algo bem único. Quando e como você desenvolveu esse estilo? Como você o descrevia nas suas palavras?

Não sei responder essa pergunta exatamente, acho que o meu estilo é uma evolução de tudo que já fiz e tudo que já vivi. Em 2006...2007 eu acho...coloquei mais de 300 desenhos que eu tinha guardados no lixo, porque um dia olhei eles e achei tudo uma grande porcaria, e realmente eram. Mas faziam parte da minha evolução, hoje me arrependo um pouco de ter feito isso. Acho que em 2008/2009 quando eu decidi largar tudo, quando pedi demissão da agência onde eu trabalhava só para me dedicar a ilustração e a minha arte autoral a coisa começou a andar e tornar forma, antes disso era de tudo um pouco, uma grande confusão. Em 2010 passei por uma experiência que mudou bastante minha vida e sem dúvida o meu trabalho. Eu morava em Vancouver com minha esposa e precisei voltar para o Brasil pois descobri que eu estava com Câncer e era muito sério, precisei fazer quimioterapia, radioterapia...etc. Acho que todas as pessoas que passam por esse tipo de experiência acabam mudando e isso acabou refletindo bastante no meu trabalho. Antes eu gostava de desenhar temas mais polêmicos, gostava de utilizar a arte como forma de protesto e atualmente está bem diferente, gosto de desenhar/pintar coisas alegres, elementos que tem um significado na minha vida, coisas que eu gosto...e tudo isso sem muita ordem. Gosto muito da definição que um amigo meu, também artista plástico e ilustrador, falou uma vez: "o trabalho do pirecco é uma grande bagunça muito bem organizada..." hehehe...e acho que é bem por aí mesmo...são diversas histórias, sentimentos, elementos...que acabam se tornando uma coisa só.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



4) Hoje você trabalha no seu estúdio e é seu próprio chefe, como foi essa transição da carreira em agências para virar freelancer?

Essa transição é muito importante e foi bem tranquila pra mim, pois desde cedo, mesmo trabalhando em agências eu sempre participei de muitos projetos como freelancer, nunca fiquei parado em casa nas horas vagas. Precisava de dinheiro e também sempre gostei muito de trabalhar com Design. Então acabou sendo uma coisa quase que automática, eu aprendi muito dentro de agências e estúdios de design e aprendi muito apanhando e errando, trabalhando sozinho em casa. Atualmente, trabalhando em meu próprio estúdio, sendo meu próprio chefe, é uma mistura do que eu aprendi ao longo dos anos, mas sem dúvida jamais conseguiria trabalhar sozinho da maneira que trabalho hoje sem antes ter passado pelas agências e estúdios de design.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork


5) Como você descreveria seu fluxo de trabalho diário?

hehehe...é ótimo! Ainda bem! Trabalho bastante...e gosto muito do meu trabalho...então é complicado conseguir ficar parado hehehehe. Tenho uma demanda bem grande de projetos, e atualmente totalmente focado somente em trabalhos de arte e ilustração. As pessoas ainda continuam me procurando para fazer trabalhos de direção de arte, design gráfico, logotipos, etc...mas não estou fazendo mais. Acho que o foco é muito importante, não dá para ficar fazendo de tudo um pouco, então agora é realmente só arte autoral e alguns projetos de ilustração. Outro fator que me ajuda também a ter um grande fluxo de projetos é o fato de ser representado por uma empresa que agencia ilustradores e artistas. Essa empresa cuida de toda a parte burocratica, contratos, orçamentos, prospecção de novos clientes, além de estar sempre em contato com grandes agências e também me dando todo suporte quando necessário para fechamento e finalização de arquivos, além que participarem muitas vezes também na parte criativa.



Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



6) Algumas pessoas o costumam achar que você é um Street Artist / Grafiteiro, o que você acha disso? E como esse gênero artístico influência no seu trabalho?

hehehehe...eu acho engraçado, dou risada, levo isso numa boa. Hoje em dia tenho diversos amigos que são grafiteiros e brincam com isso, damos risada juntos, tem que levar numa boa. Mas eu sempre que posso deixo claro que não sou grafiteiro, não porque eu não goste, muito pelo contrário, mas pois nunca pintei nada na rua sem ser para projetos comerciais, minha trajetória foi diferente e acho sacanagem com os grafiteiros, com o pessoal da arte de rua, sair falando que sou grafiteiro...pois eles tem todos os méritos...toda a história deles...que estão na rua fazendo isso a muito tempo já. Então não acho legal da noite pro dia dizer que sou grafiteiro hehehe. Em relação ao grafite, a arte de rua como gênero artístico, sem dúvida nenhuma influenciou e continua influenciando muito o meu trabalho. Admiro muito o trabalho de muitos artistas de rua, tem muita coisa excelente por aí. Acho que o pessoal acaba achando que sou grafiteiro pois tenho um traço mais "sujo" mais "pesado"...sei lá...então acabam confundindo heehehe. Mas também, na maioria das vezes, quando me chamam de grafiteiro, são jornalistas, pessoas da mídia que não conhecem muito bem o meu trabalho e a minha história. Isso é muito comum de acontecer, hoje em dia qualquer um fala o que quer...então a chance de ter coisas erradas é grande. Mas uma coisa é certa, venho gostando muito de explorar formatos maiores de pintura e tenho diversos amigos grafiteiros me convidando para fazer uma pinturas na rua, em breve sem dúvida vou fazer, tenho bastante vontade.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



7) Nos diga 5 características necessárias a todo ilustrador / artista plástico e porque.

Hmmmm...só cinco? hehehehe... Na realidade acho que essas cinco características que vou falar acabam valendo para qualquer profissão. - Prazer com o que faz, porque isso é o principal na minha opinião. - Personalidade, porque vivemos um período em que as pessoas estão em uma eterna busca por mais e mais informações, é muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e todos querem saber e participar de tudo, muitas vezes sem nem mesmo saber pra quê e por quê?! Então ter personalidade, acho que é fundamental para poder se destacar. - Muita dedicação / esforço, porque assim como qualquer profissão, ao contrário do que muita gente pensa, ser ilustrador, artista, exige muita muitas horas de trabalho, muito esforço físico e mental. - Ética e Respeito, porque isso é básico hehehe... - Fé, não necessariamente por alguma "religião", mas fé no sentido de acreditar que aquilo que você faz é bom, confiar no seu trabalho.


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



8) Nos diga 5 sites que você recomenda.

Bah! Agora sim ficou mais difícil ainda hehehhee...só cinco?! Bom, esses são clássicos...sempre tem alguma coisa boa lá... - http://www.booooooom.com - http://www.ffffound.com - http://www.juxtapoz.com - http://www.rojo-magazine.com - http://www.thecoolhunter.net Além é claro, do site de vocês www.abduzeedo.com e do meu novo site que em breve pretendo colocar no ar hehehehe...por enquanto, quem quiser dar uma olhada, tem que ser através do meu Flickr


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork



9) Novamente agradeço essa oportunidade Pirecco, por último gostaria que você deixasse um conselho para o pessoal que está começando nesse mercado.

Pô...eu que mais uma vez agradeço o convite e oportunidade de mostrar o meu trabalho e contar um pouco da minha trajetória para vocês! Valeu mesmo! E sinceramente, achei as perguntas muito bem elaboradas, mostrando que realmente quem elaborou a entrevista acompanha o meu trabalho e dedicou parte do seu tempo com muita dedicação e atenção. Para o pessoal que está começando, gostaria de dizer para acreditarem nas coisas que gostam de fazer, trabalhar por prazer e não por dinheiro, não desistir, estudar muito, ficar atento a novas referências e novidades e se divertir hehehehe. O mercado é grande e tem espaço para todos que fazem um trabalho com dedicação, personalidade, respeito e ética. Qualquer dúvida, comentário, troca de idéias...etc...estou sempre a disposição, é só me escrever. Valeu! Muitíssimo obrigado!


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork


Pirecco Artwork


You can see more artworks by Pirecco at his Flickr

About the author of this post

I'm Marcos Torres, I'm a Graphic Artist from Brasil. You can know more about me at my Website, at my Tumblr or at my Flickr.