Eai pessoal, tudo bem? Espero que vocês tenham gostado do meu último tutorial sobre stencil, porque hoje nós vamos aprender outras técnicas com spray. Nós não estamos apenas demonstrando técnicas alternativas, mas hoje também iremos demonstrar através de video.

Então, antes de tudo, deixem-me explicar a idéia principal: Muitas pessoas me perguntaram como eu consegui efeitos tão interessantes usando tinta spray. Bem, isso toma tempo e dedicação, mas depois de três anos de trabalho árduo, eu consegui sair desse resultado:


Para esse:

Toma tempo e toma muita paixão, mas eu acredito que o meu caminho até aqui teria sido muito mais fácil se eu tivesse alguém para me ensinar alguns truques bem simples. Deixe me enfatizar: esses não são truques de composição ou desenho, são apenas dinâmicas que lhe ajudaram a ter uma motricidade com o Spray. Eu já escrevi muitos tutoriais, mas dessa vez eu achei que um tutorial em vídeo seria bem melhor para o entendimento, portanto vamos à algumas explicações.


Capítulo #1: Entendendo a lata de Spray

Eu fiz esse diagrama para exemplificar as partes da lata de Spray, como vocês podem ver não é nada demais:


Cap/Biqueira:

Essa é uma parte essencial para o uso, é o que regula o diâmetro e a quantidade de tinta que sai da lata. Existem dezenas de biqueiras, cada uma com um uso específico e algumas mais genéricas.


Donut:

Esse é normalmente o círculo que fica em cima da lata, ele mostra a cor que você está usando. Algumas marcas baratas não usam essa peça e costumam apenas ter o nome da cor no rótulo ou um adesivo com a cor, meu conselho: se a marca nem usa donut, nem compre.


Air/Ar:

Existe ar dentro da lata, na verdade é o que faz com que seja possível usar o Spray. Mas existe uma regra de ouro em relação a isso: o ar deve sempre estar no topo da lata para que ela funcione adequadamente, logo você deve usá-la em 90º graus e nunca virá-la de cabeça para baixo durante o uso.


Valve/Válvula:

Essa parte é a responsável por tirar a tinta da lata, ela funciona de acordo com a pressão que você bota na biqueira. Como ela pega a tinta da base da lata, eu repito, se você botá-la de cabeça para baixo irá soltar apenas ar.


Paint/Tinta:

A maioria dos Spray usa tinta a base de óleo, ela gruda e preenche melhor que tintas a base d'água. Contudo, elas são tóxicas, logo use o equipamento de proteção adequado enquanto lidar com estas.


Ball/Bola:

Essa pequena bola metálica é útil para misturar a tinta, dependendo da densidade da mesma podehaver mais de uma bola (na MTN 94 de cor branca existem três boldas, a tinta é densa quase como maionese).


Concave/Côncavo:

Não sei ainda bem qual a utilidade da parte côncava na base da lata, mas tenho certeza que todo spray aerosol possui incluindo o seu desodorante. Eu acredito que tenha haver com a pressão e rendimento da lata.



As Cinco Variáveis

Existem cinco variáveis que influenciam no diâmetro e difusão do traço do Spray, aqui vai uma explicação de sua importância.



1) Cap/ Biqueira - A biqueira que você escolher vai ser de grand influência no traço que você vai conseguir. Hoje em dia existem dezenas de biqueiras, cada uma com um diâmetro e usabilidade específica. A que eu estou usando nesse tutorial é a NY Fat Cap, é uma biqueira muito eclética que consegue variar de traços finos para grossos fácilmente.


2) Pressão da Lata - A pressão da lata é algo que você deve verificar antes de ir para parede, existem latas de alta, média e baixa pressão, você deve verificar o que se adequa melhor ao seu uso. Latas de baixa pressão são recomendadas para iniciantes e para aqueles que procuram conseguir um traço menor. Apenas lembre: quanto maior a pressão, maior será o traço.


3) Distância da parede - Quanto mais distante da parede, mais borrado será seu traço, quanto mais perto da parede, mais sólido será seu traço.


4) Pressão na biqueira - A força que você coloca na biqueira irá determinar quanta tinta irá sair, logo se você apertar com força, mais tinta sairá de dentro.


5) Velocidade - Tinta Spray também lida com velocidade, quanto mais rápido você realizar seu traço, menor são as chances dele gotejar ou borrar. Mas se você quer um traço grosso, você deve traçar bem devagar.



Capítulo #2: Dicas úteis para a motricidade

Então pessoal, eu não posso ensiná-los a desenhar sem antes ensiná-los a manejar a ferramenta. Logo os exercícios a seguir será sobre se acostumar com essa nova ferramenta, logo não fique ansioso em conseguir uma arte boa agora, foque nos exercícios.


Exercício #1- Make a tiny square

Vamos começar fazendo um pequeno quadrado, tente desenhar o mais pequeno que puder. Não tenha vergonha, eu sei que de início você fará algo bem feio, mas mais tarde nós faremos o mesmo exercício e você verá o quanto melhorou, leve isso como um exercício de desapego.


Exercício #2- Faça três diâmetros diferentes

Agora vamos testar as dinâmicas de distância e pressão da biqueira. Tente fazer três diâmetros diferentes, isso irá demorar um pouco até aperfeiçoar.


Exercício #3- Faça um linha fina e uma linha grossa

Agora vamos testar a velocidade e pressão da biqueira, logo tente fazer uma linha fina, para isso seu traço tem que ser rápido, próximo da parede e com pouca força no cap. Agora tente fazer uma linha grossa, para isso traceje devagar, longe da parede e pressione a biqueira com força.


Exercício #4- Faça uma linha fina e grossa

Você provávelmente já se deu conta que consegue um traço sólido e borrado, então aqui vai um exercício que você deveria tentar: Tente fazer um traço que vai do borrado até o sólido através da variação de distância da parede, isso é complicadinho de aprender, mas nada de impossível.


Exercício #5- Conecte os pontos para fazer linhas retas

A melhor maneira de se fazer linhas retas é através desse exercício bobo: Conecte os pontos, assim como você fazia naqueles livros do jardim de infância. Desenhe dois pontos, posicione o spray sobre o primeiro, mire no segundo e conecte os dois. Não mexa apenas o seu braço, usar spray necessita de movimento corporal, portanto não seja um robô.


Exercício #6- Conecte os pontos para fazer formas

Vamos fazer o mesmo exercício, mas dessa vez vamos tentar criar formas básicas, fácil não?


Exercício #7- Faça pequenos círculos

Agora que você já aprendeu a fazer linhas e formas pontiagudas, vamos tentar algo redondo. Tente desenhar o menor círculo uqe você conseguir, comece fazendo grande e depois vá diminuindo.


Exercício #8- Faça um círculo, um triângulo e um quadrado

Agora, após essa série de exercícios você provavelmente já pegou uma boa habilidade com a lata de Spray, então vamos tentar desenhar essas formas básicas e tente desenhá-las cada vez menor.


Exercício #9- Faça um quadrado usando gradientes

Agora vamos a tarefa final, devo admitir que não sou o melhor nela hehe, vamos tentar fazer gradientes para criar formas. Tente primeiro criar um quadrado usando gradientes. Você consegue esse efeito ao inclinar a lata de Spray e mirar a biqueira para o lado que você quer que saia o Spray.


O vídeo

Então pessoal, para deixar as coisas mais visuais eu decidi fazer esse vídeo auto-explicativo, espero que ajude e responda as suas dúvidas sobre os exercícios.



Tips and Exercises to Master Spray Paint from Marcos Torres on Vimeo.

Just a brief introduction to spray paint and some pretty basic exercises to understand how it works and to get dexterity on this tool.

About the author of this post

I'm Marcos Torres, I'm a Graphic Artist from Brasil. You can know more about me at my Website, at my Tumblr or at my Flickr.